Palmeiras fecha a contratação de Andrés Herrera, a joia argentina

O Verdão ainda segue em busca de nomes para reforçar o elenco e, desta vez, é o lateral direito/meia Andrés Herrera, do San Lorenzo. Problemas financeiros dificultam o acerto.

Ainda em Julho, Herrera revelou que seu empresário o alertou do interesse de clubes brasileiros e se mostrou aberto a conversar. “Há alguns dias, meu representante me mandou uma mensagem dizendo que havia interesse do Palmeiras e do Flamengo. Tenho que estar tranquilo e, caso chegue uma proposta, será bem-vinda. Caso não chegue, seguirei trabalhando”, afirmou o lateral.

A primeira oferta do Palmeiras, foi de pouco mais de US$ 1 milhão (cerca de R$ 5 milhões, na cotação atual), por parte dos direitos econômicos. O San Lorenzo negou.

Segundo a TV argentina, a negociação foi concretizada em US$ 2,2 milhões (cerca de R$ 11,6 milhões) por 60% dos direitos econômicos do jogador.

Durante a pandemia, fica cada vez mais difícil aos clubes desembolsarem uma grande quantia para contratar, isso que impede o acerto imediato.

Os únicos jogadores do elenco para a vaga são Marcos Rocha (lesionado) e Mayke.

O jogador de apenas 21 anos de idade disputou 12 jogos na última temporada, anotando um gol e produzindo três assistências. Foto: Divulgação/San Lorenzo

Porto encaminha a contratação de Evanilson, jogador do Fluminense

Evanilson estava em um negócio praticamente fechado com o Crystal Palace, inclusive com exames médicos realizados no fim da última semana e pré-contrato pronto, para deixar o Tricolor apenas em janeiro, mas terminou indo para o Porto, com um contrato de cinco temporadas.

Emprestado pela Tombense-MG, o jogador de 20 anos renderá 30% do valor da venda ao Fluminense, que detinha 10% dos direitos econômicos do atleta, mais 20% de taxa de vitrine, levando cerca de R$ 18,5 milhões do negócio. O clube carioca ainda permanecerá com um percentual de 6% numa futura nova transferência do jogador, realizada pela equipe portuguesa.

O Crystal Palace fez uma oferta que girava em torno de 7 milhões de euros (pouco mais de R$ 40 milhões), por 80% do jogador e com pagamento parcelado.

O atual campeão da Liga NOS e da Taça de Portugal, porém, aumentou a oferta. Vai pagar em torno de 10 milhões (cerca de R$ 62,6 milhões) em prazo de pagamento menor do que o dos ingleses. 

Evanilson viaja hoje (08), para assinar seu contrato com o Porto.

Nota oficial do Fluminense:

“Conforme informado ao Fluminense pelo clube detentor dos direitos federativos do atleta, o atacante Evanilson acertou sua transferência para uma equipe de Portugal. O Fluminense tinha 10% de direitos econômicos do atleta e 20% de taxa de vitrine, razão pela qual ficará com 30% do resultado financeiro obtido pela Tombense (MG) na venda para o clube português. O Tricolor permanecerá com 6% de direitos econômicos sobre o percentual da Tombense numa futura venda que seja realizada pelo clube português. O Fluminense informa ainda que tentou a permanência do atleta até o final do Campeonato Brasileiro, mas o clube português não flexibilizou e exigiu a ida do atleta de forma imediata.

O Fluminense esclarece ainda que não está divulgando o clube de destino do atleta a pedido da diretoria da referida equipe, que pretende anunciar a contratação do atleta de forma exclusiva através dos canais de comunicação”.

Evanilson é o vice-artilheiro do Fluminense na temporada, com nove gols em 24 jogos. (Foto: Mailson Santana/Fluminense)

Everton anuncia a contratação de James Rodríguez

Nesta segunda-feira, o Everton anunciou oficialmente a contratação do James Rodríguez, pouco aproveitado no Real Madrid.

O colombiano, assinou contrato por dois anos com o clube inglês, com opção de mais um ano. O custo da sua transferência foi de € 22,4 milhões.

James Rodríguez voltará a atuar com o treinador Carlo Ancelotti. O jogador teve sequência quando trabalhou ao lado dele, é um futebol que agrada o técnico italiano.

– Estou muito, muito feliz por estar neste grande clube, um clube com tanta história e aqui com um treinador que me conhece muito bem. Estou ansioso para realizar grandes coisas aqui. Vim para melhorar. Também vim para ajudar a equipe a vencer, para praticar um bom futebol – um futebol divertido – disse James ao site oficial do Everton.

Em baixa no Real Madrid na última temporada, James atuou em apenas 14 partidas com os merengues, marcou um gol e deu duas assistências. (Foto: Reprodução / Twitter)

Opinião: James vai em busca de reencontrar seu bom futebol na maior e melhor liga do mundo, Premier League. Acredito que ele acertou em buscar novos ares, ainda mais no Everton, equipe que tem uma ótima estrutura, ótimo técnico e com contratações interessantes, como a do Nkounkou, lateral-esquerdo francês ex-Olympique de Marselha e o meio-campista Allan, jogador de seleção brasileira.

O Lga Futebol tem uma conta no Twitter, nos acompanhe!

Everson acerta com Atlético-MG e volta a trabalhar com Sampaoli

O goleiro Everson é um desejo antigo de Jorge Sampaoli e será o novo reforço do Atlético-MG nesta temporada.

O Santos encaminhou nesta segunda-feira a venda do goleiro ao clube mineiro por cerca de R$ 6 milhões à vista. O volante José Welison, de 25 anos, deve vir em troca, que terá 50% de seus direitos econômicos cedidos ao clube paulista. A informação foi divulgada inicialmente pela Gazeta Esportiva e confirmada pelo Lga Futebol.

O camisa 22 moveu processos na Justiça do Trabalho contra a equipe santista no fim de agosto. O goleiro pedia rescisão contratual com o clube baseado em atrasos no pagamento de direito de imagem, FGTS e corte salarial de 70% sem anuência dos jogadores do santistas. No dia 25/08/2020, a Justiça do Trabalho negou ao goleiro o pedido de rescisão de contrato com o Santos e extinguiu o processo. Logo depois, Everson afirmou que tinha se arrependido do processo movido contra o Santos.

Em 2020, o goleiro atuou em 7 partidas com a camisa do Peixe, sofrendo 7 gols. (Dados do site Transfermarkt)

Zé Welison não estava nos planos do técnico Jorge Sampaoli e não atua desde o dia 1º de março deste ano.

Lembrando que o Santos ainda está proibido de registrar jogadores pela Fifa, por causa da dívida com o Hamburgo, da Alemanha, e terá de aguardar uma resolução do caso para contar com o reforço.

Zé Welison é envolvido na negociação e será jogador do Santos. Crédito: Divulgação/Bruno Cantini/Atlético

Hulk não renova seu contrato com clube da China e pode jogar no Palmeiras em 2021

Depois do atacante comunicar que não irá renovar seu contrato que acaba em dezembro com o Shanghai SIPG, não só os torcedores alviverdes criaram expectativa de um acordo. A diretoria palmeirense também. Deste modo, o Verdão após mostrar suas dependências ao atacante em fevereiro, deve se movimentar para tentar trazê-lo. Mas haverá concorrência do exterior. Hulk também afirmou estar aberto a ofertas e que tem recebido propostas de clubes brasileiros 

– Em dezembro meu contrato está acabando. Nós já tivemos uma reunião e avisei que não quero renovar. E agora estão chovendo propostas. De vários países. É verdade que tem grandes clubes da Europa, disputando a Liga dos Campeões, e do Brasil também. Até da China. Mas aqui não quero mais. Estou estudando, pedindo a Deus para me ajudar a escolher a melhor e estar bem fisicamente – declarou Hulk.

O jogador de 33 anos nunca escondeu seu coração palmeirense e já afirmou que sonha em vestir a camisa alviverde.

Sem atividades no futebol chinês, o atacante Hulk esteve no dia 16 de fevereiro na arena do Palmeiras para acompanhar a vitória sobre o Mirassol, de virada, por 3 a 1. Esteve, em um dos camarotes destinados ao clube.

Segundo a revista France Football publicou em 2019, o Shanghai SIPG paga 23,4 milhões de euros (R$ 145 milhões, na cotação atual) por ano com seus salários, o que representa mais de R$ 12 milhões por mês. 

Hulk é o camisa 10 do
Shangai East (Getty Images)

Corinthians pode devolver Yony González ao Benfica

A crise que o Corinthians traz dos últimos anos, agora se aprofundam cada vez mais. Sem receber as receitas dos jogos durante a pandemia, a equipe paulista pode deixar de comprar jogadores por conta desta crise e, esse é o caso do jogador colombiano. Em entrevista exclusiva à Rádio Bandeirantes, o diretor financeiro do clube, Matias Ávila, explicou que situação do clube poderia ser diferente, caso tivesse vendido algum jogador ano passado.

Assim, o futuro de Yony González pode não ser no Timão. Isso porque o seu contrato de empréstimo com o clube se encerrou no último dia 30 de junho e, diferentemente do que havia sido dito em fevereiro, a compra não é obrigatória e será reavaliada por dirigentes e comissão técnica do Timão. A situação foi informada pelo GloboEsporte.com.

Ficar com atacante irá custar aproximadamente 3 milhões de euros, mais de R$ 18 milhões. O jogador passaria a ter contrato com o Corinthians até o fim de 2023.

Gianluca de Franco, empresário de Yony, em entrevista ao site colombiano ‘Caracol Gol’ em maio deste ano, disse que há chances do jogador voltar ao Benfica, caso não fosse adquirido.

Em entrevista à Rádio Bandeirantes, Matias Ávila foi questionado sobre a situação entre o jogador e o Corinthians.

“Existe a possibilidade. Ele não realizou o número de jogos que tornaria a compra obrigatória. Agora, isso é uma decisão do departamento de futebol. Eu não posso adiantar, não tenho informações sobre isso. Existe a possibilidade, porque ele não concluiu a quantidade de jogos que tornaria a compra obrigatória. Como mudou a janela, pode ser que o Corinthians não se interesse”, comentou o dirigente na ocasião.

Yony atuou em apenas quatro jogos com a camisa do Corinthians. Enfrentando o São Paulo, Água Santa, Santo André e Ituano (todos pelo Campeonato Paulista).

Vamos aos números totais dos quatro jogos*:

  • 0 gols
  • 0 assistências
  • 1 finalização certa
  • 3 finalizações para fora
  • 2 finalizações bloqueadas
  • 131 toques na bola
  • 63 passes certos
  • 19 passes errados
  • 41 perdas de bola
  • 0 cruzamentos certos
  • 3 desarmes

*Números extraídos do aplicativo SofaScore.

González foi o destaque do Fluminense em 2019. (Foto: Lucas Merçon/FFC)

Camisa 10 da Costa Rica rescinde contrato com o Santos

Por meio das redes sociais, Bryan Ruiz comunicou a sua rescisão contratual com o Santos. O meia costarriquenho chegou ao clube em julho de 2018, mas não jogava desde novembro do mesmo ano. O seu contrato se encerraria no fim de 2020.

Em 2019, o jogador de 34 anos pediu para ser afastado do elenco, chegou até a treinar com a equipe B.

Camisa 10 e capitão da Costa Rica na última Copa do Mundo, chegou ao Santos em 2018 para ser a estrela da equipe. Em campo, porém, o atleta não jogou o esperado.

Em dois anos de clube, Ruiz disputou somente 13 partidas, não anotando nenhum gol.

Tradução

“Depois de dois anos pertencendo ao Santos Futebol Clube, comunico que hoje, 13 de julho, rescindi o contrato que me vinculava ao clube até dezembro de 2020.

Tomei a decisão respaldado no descumprimento do salário e pelo dano moral que recebi, provocado por decisões administrativas e esportivas que foram tomadas e pelas informações inverídicas que se comunicaram publicamente em diferentes oportunidades por parte da administração do clube, nas quais colocaram em dúvida meu profissionalismo como jogador.

Meu propósito ao chegar no Santos em julho de 2018 foi poder ajudar ao máximo para alcançar os objetivos em grupo, mas, lamentavelmente, não tive a oportunidade nem confiança para cumprir meu desejo.

Foi uma honra pertencer a este grande clube, que ocupará um lugar no meu coração; desejo o melhor para o futuro. Agradeço meus companheiros pela amizade e pelo apoio oferecido. Obrigado à torcida, a qual comprovei que é uma das melhores e maiores do mundo.

A partir desse momento sou um jogador livre e desejo continuar a carreira profissional a nível de clube e seleção, em condição física e técnica perfeita.”

Bryan Ruiz também criticou e classificou como falsas diversas falas públicas de dirigentes do Santos a seu respeito. O atleta era visto no clube como um ‘problema’ por não jogar e ter um alto salário.

 jogador recebia um salário de cerca R$ 300 mil. (Foto: Jamie Squire – FIFA/Getty Images)

Irmão de Serge Aurier, do Tottenham, é morto a tiros na França

Uma triste notícia para o mundo esportivo veio na madrugada desta segunda-feira, (13). O irmão de Serge Aurier, do Tottenham e da seleção da Costa do Marfim, teria sido baleado na França e não resistiu aos ferimentos.

Christopher Aurier, de 26 anos, estava em uma boate na cidade de Toulouse (FRA), quando foi atingindo por dois disparos na região do estômago e levado ao Hospital Rangueil. O suspeito fugiu e está sendo procurado pela polícia. Os serviços de emergência encontraram Christopher Aurier por volta das 5h00 da manhã de segunda-feira, de acordo com relatos da imprensa gaulesa.

Assim como o irmão, Christopher também era jogador profissional. Com passagem pelo Lens, recentemente jogava numa equipe da quinta divisão francesa.

Em nota, o Tottenham lamentou o ocorrido e desejou forças para que Serge Aurier supere a morte do irmão.

“O clube está profundamente entristecido por confirmar relatos da mídia de que o irmão de Serge Aurier morreu nas primeiras horas desta manhã. Todos do clube enviam suas mais sinceras condolências a Serge e sua família. Nossos pensamentos estão com todos eles”, disse a equipe londrina.
Christopher Aurier (PHOTO: AFRICANFOOTBALL360/INSTAGRAM)

Time de David Beckham e Tottenham estão interessados em Willian

Um dos nomes mais cobiçados nesta janela de transferência é do brasileiro Willian, do Chelsea. O brasileiro não conseguiu um acordo com a equipe de Londres e deixará o clube ao fim da Premier League 2019/20 e poderá assinar de graça com outra equipe.

O jogador de 31 anos recebeu uma proposta do Inter Miami, time administrado pelo inglês David Beckham e novo integrante da Major League Soccer (MLS), dos Estados Unidos. Porém, segundo o jornal Telegraph, informa que Willian recusou a investida. O Inter Miami ofereceu, um acordo por três anos e mais um salário semanal de 100 mil libras (R$ 673 mil).

Outro clube interessado pelo brasileiro é o Tottenham (atendendo a um pedido de José Mourinho), que já ofereceu uma proposta de contrato para o brasileiro contendo um bônus de assinatura “multi-milionário” para Willian, que teria gostado do que ouviu.

Durante uma entrevista ao ‘Bolívia Talk Show’, o jogador de 31 anos revelou que não teria problema em assinar com um clube rival dos Blues e que mantém contato e amizade com o técnico português, José Mourinho.

O principal desacordo entre Willian e Chelsea se deu em relação à duração do contrato. O brasileiro – que completará 32 anos no mês que vem – o jogador gostaria de assinar um contrato por mais três temporadas. O clube só oferecia dois. 

Willian joga pelo Chelsea desde 2013. (Foto: Getty Images)

Manchester City reverte punição e não é banido da Champions League

O Manchester City está livre para disputar a próxima edição da Champions League. Nesta segunda-feira (13), o Tribunal Arbitral do Esporte (TAS) reviu a pena aplicada contra o Manchester City e decidiu que “não era apropriado impor a proibição de participar das competições de clubes da UEFA apenas pelo fracasso em cooperar com as investigações”. Assim, anulou o banimento do clube das competições europeias por duas temporadas e ainda conseguiu a redução da multa, de 30 milhões de euros (R$ 60 milhões) para 10 milhões de euros (R$ 180,6 milhões).

“A decisão da CAS enfatiza que a maioria das alegadas infrações reportadas pelo Comitê de Controle Financeiro da Uefa não aconteceram ou prescreveram. Como as acusações com respeito a qualquer financiamento desonesto com capital próprio eram claramente mais graves do que obstruir as investigações, não era apropriado impor o banimento na participação das competições de clubes da Uefa ao Manchester City”, diz trecho da sentença.

O colegiado entendeu que a maioria das supostas violações relatadas pela Câmara Adjudicatória do CFCB estavam prescritas ou não tinham provas suficientes.

“Como as acusações relativas a qualquer desonesta ocultação de fundos de ações eram violações claramente mais significativas do que obstruir a CFCB investigações, não era apropriado impor a proibição de participar nas competições de clubes da UEFA pelo fracasso do MCFC (Manchester City) em cooperar apenas com as investigações do CFCB.”

Decisão do CAS foi publicada 5h30 (horário de Brasília) — Foto: Divulgação

Entenda o caso

A punição ocorreu em fevereiro por violações às regras de fair play financeiro. A Uefa justificou a postura, em texto divulgado no começo do ano, afirmando que o clube teria apresentado exagero nas receitas de patrocínio apresentadas entre 2012 e 2016, além de diversas outras informações financeiras, incluindo equilíbrio das contas. O clube também foi acusado pela entidade de não ter cooperado na investigação do caso.

O processo começou depois da denúncia do jornal alemão Der Spiegel, que publicou documentos vazados em novembro de 2018, mostrando que o City havia inflado o valor de um contrato de patrocínio, enganando o órgão de governo do futebol europeu. Relatos ao jornal alemão dizem que o City, que sempre negou as irregularidades, enganou deliberadamente a Uefa para que ele pudesse cumprir as regras financeiras do fair play, sem ser punido pelo alto valor investido no futebol.

Crie um novo site no WordPress.com
Comece agora